10.4.11

PARTIDA


Partida.


Abre os olhos vê a rosa vermelha no tapete claro ao lado da cama. A memória chega-lhe com imagens e sensações fortes. Olha à esquerda apenas para confirmar a ausência e a dor atinge os restos de esperanças.
A noite não lhe curou a dor. Atordoada procura o relógio. Meio-dia. Lembra-se que em seis horas embarcará de volta ao seu país e que precisa chegar com a antecedência recomendada no aeroporto.
A mala aberta e as roupas espalhadas pelo chão denunciam a vontade de ficar. A razão lhe indica que o sonho acabou. Apressa-se no banho, termina de arrumar a mala, apanha a rosa no chão e desce para almoçar no restaurante vizinho. Na volta faz o chek-out e pede um táxi na recepção.
O vôo tem início sem atraso. Ela espera os demais passageiros adormecerem e procura poltronas vaga na parte de trás do avião. Aninha-se em três assentos. Abre a bolsa e retira a flor que havia recebido na noite anterior. Aperta com força as pétalas. Logo não há mais rosa, apenas vestígios de que foi.
Ela confere as horas. Meia noite e o mapa no encosto da poltrona da frente a informa o quanto de Atlântico ainda tinha que cruzar. Fecha os olhos tentando adormecer e percebe que parte de si havia ficado entre os lençóis daquele quarto de hotel.
Fecha os olhos e a imagem dele a invade. Sente-se exausta, mas não consegue dormir um minuto sequer durante vôo. Tampouco adormece ao chegar em casa. Há mesmo quem afirme que nunca mais adormeceu e que passa as noites velando a roseira que plantou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adoro ler seu comentário! Beijos!

Eu sou Lúcia Martinelli

Minha foto

Eu sou Lúcia Martinelli, nasci em 28.06. Sou filha de Cândido Martinelli e Maria Grando, estudei em Passo Fundo RS, nas escolas Alfredo Pujol, Notre Dame, Joaquim Fagundes dos Reis e Cursei o 2º grau no Colégio Bom Conselho e o ensino superior na Universidade de Passo Fundo e fiz Pós –Graduação em Alfabetização Construtivista na UPF com o GEEMPA e conclui 1989. Hoje moro em Balneário Camboriú e estou fazendo todas as leituras que gostaria de ter feito e não tinha tempo para faze-las. Estou amando!

 

Trabalhei na Faculdade de Odontologia da UPF e fui secretária e auxiliar odontológico.

Exerci a função do magistério na rede particular de ensino, no Colégio Notre Dame por onde me aposentei e na rede municipal nas escolas Vidal Colussi, Fundação Educacional do Menor, UPF em Assessoramento Construtivista, Notre Dame Municipal e Antonino Xavier, onde me aposentei. Aleluia!!!

Trabalhei em turmas pela ordem dos acontecimentos: multiseriada (de pré a 4ª série) todos na mesma sala, Jardim, Pré, 1ª série, 2ª série, 2º ano, 3ª série, 4ª série, 5ª série e 1º ano do 2º grau.

Sou professora por opção porque adoro o ato de ensinar e aprender, o convivio com as crianças sentir a mundança e o crescimento acontecendo no dia a dia, ser o elo mediador entre aluno e conhecimento desafiando e apoiando para que o processo de aprendizagem aconteça o mais rápido possível. A experiência da alfabetização é algo indiscritível, só experimentando para saber a delicia da magia que é “o ver acontecer”.

 

A educação é um processo contínuo que toma o homem sobre sua responsabilidade desde a infância até a morte.

PROFESSORA LUCIA MARTINELLI

PROFESSORA LUCIA MARTINELLI
ATIVIDADES E PROJETOS