8.9.13

ADIVINHA QUANTO EU TE AMO

ADIVINHA QUANTO EU TE AM

Era hora de ir para a cama, e o Coelhinho se agarrou firme nas longas orelhas do Coelho Pai.
Ele queria ter certeza de que o Coelho Pai estava ouvindo.
-Adivinhe quanto eu te amo – disse ele.
-Ah, acho que isso eu não consigo adivinhar – respondeu o Coelho pai.
-Tudo isto – disse o Coelhinho, esticando os braços o mais que podia.
Só que o Coelho Pai tinha os braços mais compridos. E disse:
-Eu te amo tudo isto!
Hum, isso é um bocado, pensou o Coelhinho.
-Eu te amo toda a minha altura – disse o Coelhinho.
Eu te amo toda a minha altura – disse o Coelho Pai.
Puxa, isso é bem alto, pensou o Coelhinho. Eu queria ter braços compridos assim.
Então o Coelhinho teve uma boa idéia. Ele se virou de ponta-cabeça, apoiando as patinhas na árvore.
-Eu te amo até as pontas dos dedos dos meus pés!
-Eu te amo até as pontas dos dedos dos teus pés – disse o Coelho Pai, balançando o filho no ar.
-Eu te amo a altura do meu pulo! – riu o Coelhinho, saltando para lá e para cá.
-Eu te amo a altura do meu pulo – riu também o Coelho Pai, e saltou tão alto que suas orelhas tocaram os galhos da árvore.
Isso é que é saltar, pensou o Coelhinho. Bem que eu gostaria de pular assim.
-Eu te amo toda a estradinha daqui até o rio – gritou o Coelhinho.
-Eu te amo até as colinas –disse o Coelho Pai.
É uma bela distância, pensou o Coelhinho. Ele estava sonolento demais para continuar pensando. Então ele olhou para além das copas das árvores, para a imensa escuridão da noite. Nada podia ser maior que o céu.
Eu te amo ATÉ A LUA! – disse ele, e fechou os olhos.
-Puxa, isso é longe – disse o Coelho Pai. –Longe mesmo!
O Coelho Pai deitou o Coelhinho na sua caminha de folhas. E então se inclinou para lhe dar um beijo de boa-noite.
Depois, deitou-se ao lado do filho e sussurrou sorrindo:
-Eu te amo até a lua...IDA E VOLTA!

Sam McBratney

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adoro ler seu comentário! Beijos!

Eu sou Lúcia Martinelli

Minha foto

Eu sou Lúcia Martinelli, nasci em 28.06. Sou filha de Cândido Martinelli e Maria Grando, estudei em Passo Fundo RS, nas escolas Alfredo Pujol, Notre Dame, Joaquim Fagundes dos Reis e Cursei o 2º grau no Colégio Bom Conselho e o ensino superior na Universidade de Passo Fundo e fiz Pós –Graduação em Alfabetização Construtivista na UPF com o GEEMPA e conclui 1989. Hoje moro em Balneário Camboriú e estou fazendo todas as leituras que gostaria de ter feito e não tinha tempo para faze-las. Estou amando!

 

Trabalhei na Faculdade de Odontologia da UPF e fui secretária e auxiliar odontológico.

Exerci a função do magistério na rede particular de ensino, no Colégio Notre Dame por onde me aposentei e na rede municipal nas escolas Vidal Colussi, Fundação Educacional do Menor, UPF em Assessoramento Construtivista, Notre Dame Municipal e Antonino Xavier, onde me aposentei. Aleluia!!!

Trabalhei em turmas pela ordem dos acontecimentos: multiseriada (de pré a 4ª série) todos na mesma sala, Jardim, Pré, 1ª série, 2ª série, 2º ano, 3ª série, 4ª série, 5ª série e 1º ano do 2º grau.

Sou professora por opção porque adoro o ato de ensinar e aprender, o convivio com as crianças sentir a mundança e o crescimento acontecendo no dia a dia, ser o elo mediador entre aluno e conhecimento desafiando e apoiando para que o processo de aprendizagem aconteça o mais rápido possível. A experiência da alfabetização é algo indiscritível, só experimentando para saber a delicia da magia que é “o ver acontecer”.

 

A educação é um processo contínuo que toma o homem sobre sua responsabilidade desde a infância até a morte.

PROFESSORA LUCIA MARTINELLI

PROFESSORA LUCIA MARTINELLI
ATIVIDADES E PROJETOS